02 janeiro 2018

COMPRINHAS PRODUTOS BRASILEIROS

Sempre me perguntam o que mais sinto falta do Brasil, e o que eu sinto falta mesmo além da família claro, é da água de coco bem fresquinha na beira do mar. Hoje, depois que mudei pra Montreal que é cidade grande tem algumas vantagens, como por exemplo não tenho "privações" de encontrar  produtos no qual eu tinha hábito quando morava no Br e sem contar os vários restaurantes brasileiros quando bate aquela saudade.
Na semana eu queria muito comprar tapioca eu até encontrei uma do Panamá mas não era do jeito que eu comprava, fininha sabe. E como sempre meu amigo instagram que da sempre aquela ajudinha, eu encontrei dois supermercados portugueses bem por acaso. Para quem gosta de andar como eu, os supermercados ficam próximos um do outro uns 20 minutos andando sem neve e com neve uns 40 minutos que foi o meu caso hahaha. 
Os supermercados são Alim-Pot e SA et Fils. Da minha lista eu encontrei tudo no Alim-Pot mas vale a pena visitar os dois, pois tenho certeza que sempre da pra encontrar produtos diferentes. 
Mesmo com as opções portuguesas para encontrar produtos made in brazil, tem supermercados asiáticos, africanos ou latinos que oferecem alguns produtos bem similares. Nos asiáticos  encontrei feijão preto, branco, água de coco entre vários e o que mais me impressionou foi encontrar jaca e pitomba 😱 
No total foi um gasto de 16$28 + taxas 
Fiz uma tapioca com coco e também um feijão preto deli :)






Como eu sou daquelas que gasta com comida eu resolvi fazer um video hahaha. 
No final do video tem a receita de tapioca fácil, fácil. 
Aperte o play :)



📷Instagram niralima7
💌acllyma@hotmail.com 
Com afeto Du Jour 
Nira  💛




20 dezembro 2017

REGRINHAS "BANAIS" QUE APRENDI EM MONTREAL

Por mais que eu more fora há alguns anos eu confesso que a cada dia eu aprendo muito e no final eu tenho a certeza que eu ainda não sei de nada. Muita gente diz que morar fora a gente cresce e isso é bem verdade. Por algumas experiências de ter morando em um outro país como a França, eu hoje também continuo expatriada, porém num país que se aproxima muito mais do Brasil afinal estamos no mesmo continente. 
Apesar de tudo cada país tem suas "regrinhas" e algumas eu vou presenciando e aprendendo. Claro que com esse passar dos anos as coisas vão ficando muito mais leves, eu consigo me sobressair com muito mais facilidade que antes em alguma situação. Mas tem momentos que eu como ser humano vou ter as minhas falhas e talvez cometer erros vivenciados e cair de novo no mesmo erro. E é aquela historia as vezes a gente se prepara tão bem para algo, para uma nova vida ou pensa que milhões de diplomas vai resolver a nossa vida é um mero engano. No final um "simples " céu azul pode ser muito mais importante  no seu dia não é mesmo? 
Por isso resolvi listar algumas coisas bobas para vocês terem noção.
Céu azul no inverno 
Quanto mais azul é o céu pode ter certeza que maior será o frio. O dia é lindo, o sol aquece o corpo, a gente tem muita mais motivação de sair de casa até por os pés pro lado de fora. E por aqui vou confessar no inverno quase não temos céu cinza então pensa aí num frio daqueles quase que sempre nessa época. Ok que no inverno a lógica é ser frio, mass céu azul, azul é frio, frio siberiano #real.
Sabe aquelas promoções de compre um e leve outro? Aqui é compre um e leve 10, daqueles sistemas bem americano que incentivam a consumação sem necessidade. Cartões com pontos, cupons de descontos, amigo que indica amigo ganha pontos e por aí vai. Mas tem que saber dos paranauês, tem que ver bem sua fatura para ver os pontos, tem que se escrever nos sites e obter descontos, ficar de olho.
Intimidade
Falar com intimidade com todos, sem hierarquias. É muito fácil você ter contato com o gerente, com o dono de uma empresa, ter o telefone pessoal de um chefe etc...Lembro quando eu estava em transmites com a minha papelada do trabalho eu estava com problemas para falar com a pessoa que seria minha encarregada { ela estava muito ocupada com a nova empresa}e simplesmente o carinha do rh me deu o número do celular da gerente geral que morava em outra cidade para eu pedir pra ela o que estava precisando pra finalizar meu contrato 😳
Internet, selfies e afins
Aqui todo mundo é conectado quase que 24h. Quando eu ainda estava na França e eu enviava um e-mail para ter tal informação era questão de minutos recebia a resposta. Sem contar que aqui eles são bem desencanados em serem filmados, fazer selfie, videos na rua etc.. ninguém te ver diferente ou melhor ninguém nem ver para sua cara. Eu evito filmar alguém tanto que eu conheço ou não. Acho muita invasão de privacidade. 
QI
O famoso qi{quem indica}, o boca a boca. As relações estreitas que um indica o outro. Fazia tempo que eu não via essa prática e a última vez que vi foi no Br. 
Palavras misturadas
Falar francês ao menos com uma palavra em inglês no meio da frase. Sim isso é possível. Eu me pego fazendo isso sem querer e acho três bien et fun.
Jantar cedo
No inverno à partir das 16h00 se duvidar tem gente nos restaurantes para jantar e tudo isso se deve ao inverno que é quando a noite cai bemmm mais cedo por volta desse horário. E eles se acostumaram tanto com essa rotina que mesmo no verão isso é de praxe.
O francês é traduzido literalmente do inglês 
No francês da França de nada é de rien aqui o de nada é bienvenue como a tradução do "you're welcome" no inglês. 
Não se comprimenta com beijinhos 
Muito raro, muito raro. Nem sei como agir em algumas ocasiões. Mas normalmente isso é no trabalho que ninguém se comprimento com beijinhos ou alguém que você conhece e faz muito tempo que não se veem ok vai os dois beijinhos. 
Tagarelas
Adoram ficar horas e horas batendo papo sem pausas. Eles tem assuntos para todos os assuntos. E te escutam de verdade, tem uma troca de energia sabe. 
Gorjetas
Além da taxa de serviço sobre o produto tem a gorjeta. É até feio você sair e não deixar uma gorjeta pelo atendente.
Preços sem as taxas
Fiquem atentos se for comprar algo e o dinheiro estar contado. Os preços exibidos são sem as taxas. O bom que sabemos quanto vale realmente o produto.
Objetos de valor em casa
Ter uma pá para neve em casa, isso é essencial. É o melhor investimento que você pode ter hahaha.
Aprender a andar na neve
Temos que colocar primeiro uma perna e depois a outra como nos desfiles de 7 de Setembro hahaha.
Andar com mochila
Parece meio colegial e é essencial por alguns motivos: não temos ticket refeição e com isso acabamos levando todos os dias a marmitinha. E sem contar pela mudança de temperatura por exemplo no inverno andamos de botas pesadas e se formos depois do trabalho para um evento tem que ter um sapato/roupas mais leves apropriadas para a ocasião dentro da bolsa. As vezes é cansativo, mas temos que se acostumar.
Saber se vender
No bom sentido claro, as pessoas gostam de pessoas motivadas, que tem algo a oferecer e não importa o que seja. Tudo é bem vindo quando eles percebem que você tem interesse. Numa entrevista de emprego vai com motivação, pois muita das vezes nem é sua experiência que conta e sim o que você transmite. 
Falo um pouco sobre isso nesse post aqui ⏩  12 CLICHÊS QUE USEI PARA ENCONTRAR EMPREGO


📷Instagram niralima7
💌acllyma@hotmail.com 
Com afeto Du Jour 
Nira  💛

18 dezembro 2017

ECODECOR : SAPATEIRA DE PALETE { A ARTE DO IMPROVISO } 5

Colocar a mão na massa e deixar algo com um toque personalizado, essas são algumas das coisas que amo fazer em tempo livre. 
Eu aprendi muito dentro de casa com os meus pais de sempre poder aproveitar o que temos sabe. Acho que hoje o poder de compra é tao livre e palpável que parece obrigação todos os anos ter que mudar de sapatos, ter uma calça da hora, ter um casaco novo, ou ter uma casa montada como um catálogo de revistas etc. para ser aceito na sociedade. 
Enfim, eu amo esse mundo do personalizado, do ter alma. Doar um tempo do seu dia e construir algo com suas próprias mãos para alguém ou para si mesmo não tem preço.
Nesse imenso mundo de reciclagem o que eu acho fantástico é a reutilização da madeira. Eu fico de boca aberta de ver tantas ideias criativas que encontramos para inspiração e para todos os gostos.
No mês passado marido teve a brilhante ideia de criar uma sapateira, nada muito extraordinário em termos de designe, mas um objeto simples, sem ocupar muito espaço e feito com carinho é o que vale. Com a aproximação do inverno é quase que "obrigação " ter uma sapateira para por as botas de neve logo na entrada da casa, então pensando nisso fomos na feira que frequentamos daqui do bairro e pegamos uma palete de madeira no depósito de reciclados. Em alguns lugares eles vendem e o dinheiro arrecadado geralmente são para instituições {eu até comprei um caixote de vinho por 5$ para um outro projeto}em outros dependendo do material eles deixam a disposição para quem tiver interesse e que foi o nosso caso. 
O preço de uma sapateira novinha no mercado não é cara sabe custa em média 20$ talvez até mais em conta e sim eu poderia comprar uma, mas pra que raios eu vou querer comprar algo que eu sei que logo logo vou ter que me desfazer e sem contar que o meio no qual eu vivo tem uma gratuita que eu posso reaproveitar e dar uma nova utilidade? E pra mim não é nenhuma obrigação fazer reaproveita é terapia e prazer mesmo.
Para a construção da palete no nosso caso não teve mistérios, usamos apenas lixa e impermeabilização e voilà,voilà prontinho. 



Sapateira novinha, histórias pra contar e sustentabilidade 💚
Alguns posts ecodecor do blog que talvez você se interesse. 

📷Instagram niralima7
💌acllyma@hotmail.com 
Com afeto Du Jour 
Nira  💛

A très vite!

15 dezembro 2017

VOCÊ SOFRE DE "SEXTAFEIRITE"?

Hoje é sexta-feira traga uma cerveja hahaha para quem pensa que querer que chegue logo a sexta é coisa de brasileiro estão bem enganados, por aqui a síndrome da sextafeirite {nem sei se a tradução é essa} esta tão em alta que algumas empresas começaram a criar certas regrinhas.
Em francês "la vendredite" que significa "doença da sexta feira" entre funcionários devido a longa jornada de trabalho ou para emendar um final de semana muitos acabam faltando ao trabalho ou não produzindo nada durante o dia. 
O problema para as empresa não é a falta do funcionário na sexta-feira o problema é que o aumento de funcionários que todas as sextas não podem trabalhar e os motivos alegados por muitos é que estão doentes sendo que na grande maioria isso não é verdade. Muitas empresas fazem até campanhas dentro da mesma com intuito não de punir os funcionários, mas de sensibiliza-los que com a sua falta na empresa prejudica também o seu colega de trabalho.
O que vejo muito que como a maioria das empresas pagam por hora muita gente faz seu horário como bem entender e nossa por vezes na empresa que trabalho as pessoas faltam e nem avisam. Nesse perìodo de inverno então sem comentários. O lado bom que eu mesmo tendo trabalho dobrado eu ganho muito mais 😅 cada hora a mais na empresa é hora extra.
O que vocês acham disso tudo?

Foto : 24h MTL
📷Instagram niralima7
💌acllyma@hotmail.com 
Com afeto Du Jour 
Nira  💛


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...